Fique por dentro do que acontece em Inovação, Projetos, Engenharia e Gestão.

Voltar

Noticia

Se sentindo sobrecarregado? Faça menos, mas faça melhor

Independente do modo de vida, seja um profissional de uma multinacional, um empresário, casado, solteiro, divorciado, com ou sem filhos, que trabalha fora ou em casa, independente dessas diferenças, a maioria das pessoas têm algo em comum: elas se sentem sobrecarregadas a maior parte do tempo.

Pensando nisso, essa semana preparamos um artigo com dicas para te ajudar a se sentir menos sobrecarregado, se for seu caso rssss. Muito das dicas obtivemos de Nicole Anzia, colunista do Washington Post.

Estamos nos levando a loucura tentando dar conta de tudo em nossas vidas. Esse é um bom momento para parar um pouco e refletir sobre como podemos fazer menos coisas mas fazer melhor. Uma boa forma de fazer isso é pensar que organizar a vida é considerar que organização nada mais é do que simplificar e priorizar as coisas em nossa to do list, além de pensar no que pode ser eliminado da rotina ou delegado. E, talvez o mais importante, identificar quando podemos dizer não.

Uma das coisas que mais tem nos deixado sobrecarregados é o celular. 24 horas por dia recebemos e-mails, whatsapps, mensagens, face, insta e por ai vai, se deixarmos isso não para nunca, nem por 1 hora. Por isso uma dica é:

Desligue seu celular na mesma hora todas as noites.

Mesmo que você tenha várias reuniões programadas com antecedência, deadlines de projetos definidos, compromissos pessoais agendados às vezes com um ano de antecedência, mesmo assim temos um senso de urgência incrível. Porque? Porque temos prazos diários, ligações a fazer, e-mails para enviar, propostas para estruturar, reuniões de follow up com a equipe e ainda pessoalmente temos que ir na academia, compromissos no colégio dos filhos, eventos de família para confirmar, compras no mercado, presentes, comida do pet.... e por aí vai. E se você acha que parece que sua to do list não acaba nunca é porque realmente ela não vai acabar nunca. Não temos como parar esse fluxo.

Por isso, sugerimos que você desligue seu celular toda noite, na mesma hora. Nessa hora você poderá dizer a si mesmo: “Já fiz o suficiente por hoje, o que não consegui resolver hoje vai ficar para amanhã”. Como se fosse um ponto final na sua lista diária. Fazendo isso você ganhará controle do seu tempo e terminará o dia com a sensação de dever cumprido.

Outra dica importante é:

Gerencie suas expectativas sobre ter tudo impecável e arrumado.

Não importa o quanto você se esforce para manter tudo em ordem, essa é uma batalha que infelizmente você não tem como vencer. Por isso pense nas coisas que você pode negociar consigo – quais espaços eu preciso obrigatoriamente manter em ordem – e quais eu consigo deixar passar, pelo menos por hoje. Por exemplo, eu preciso chegar de manhã no meu escritório e encontrar minha mesa impecável, mas eu consigo abrir mão de algumas vezes deixar a louça na pia da cozinha e ir dormir. Posso viver com isso. Saiba que ninguém tem uma vida organizada como nas fotos. Então pense no que é essencial e no que você consegue abrir concessões.

Se organizar não significa de repente, do nada, se tornar perfeito. Significa que você terá que descobrir como tornar sua realidade mais funcional, mais previsível e lógica, seja no trabalho, na vida pessoal ou em família.

Você não precisa comparecer em todos os eventos

As pessoas geralmente se sentem culpadas por não irem em eventos que são convidadas. Isso é ainda mais comum quando você se torna pai/mãe. Nem sempre será possível você participar de um evento no colégio de seus filhos, por exemplo. Não tem problema não estar presente em tudo. As pessoas irão sobreviver a essa ausência e compreender. Algumas vezes simplesmente não conseguimos sair do trabalho para ir a esses eventos,  ou precisamos ficar um pouco em casa ao invés de ir em uma festa, faz parte e tudo fica bem.

Encontre pelo menos duas coisas que você possa delegar

Muitas vezes achamos mais fácil fazer determinadas tarefas do que ter que explicar como queremos que ela seja feita para alguém (e aí nos preocuparmos que ela não seja feita da forma correta), aí pegamos e fazemos nós mesmos, parece mais rápido e prático. Mas é importante saber delegar tarefas sempre que possível, mesmo que a pessoa não faça do nosso jeito. Pedir ajuda não é sinal de fraqueza, é sinal de liderança e eficiência.

Faça uma to do list para guiar seu dia a dia

Veja quais tarefas são rotineiras e anote horário e dia que irá fazê-las na semana. Por exemplo, toda segunda de manhã e sexta de tarde tenho reunião de follow up com a equipe de vendas para definir metas e na sexta para ver o que foi feito, toda terça e quinta de noite tenho Pilates, toda sexta final de tarde tenho que ir ao mercado.  Faça isso para ver quais horários da sua semana já estão ocupados e saber quanto tempo “livre” você tem para o que surgir.

Todo dia, tire 10 minutos, eu particularmente prefiro fazer isso no final do expediente, para listar o que você precisa fazer no próximo dia. Risque da sua to do list o que você conseguiu resolver hoje e anote o que precisa ser feito amanhã. Fazendo isso nossa mente entende com mais facilidade que a parte de obrigações e compromissos do dia acabou e você conseguirá descansar melhor. Mesmo com uma lista de pendências, você definirá que o que não conseguiu fazer hoje vai ficar para amanhã e tudo bem, você vai aos poucos aprendendo a lidar com isso. Aí aproveite um jantar tranquilo, brinque com seus filhos, faça um carinho no seu cachorro, leia um livro, assista aquela série que você gosta no Netflix.

Agende um tempo para fazer algo só por você

Faça de você uma prioridade. Isso não é egoísmo. Se você não definir um tempo para fazer as coisas que você quer e precisa isso irá torná-lo menos – não mais – produtivo e organizado. Reserve um tempo na sua agenda e se comprometa com você, se dê ao menos uma hora ou duas por semana para fazer algo por você. Pode ser um almoço com amigos, uma caminhada no parque, uma ida ao cabelereiro, o que for fazer bem para você. Achar tempo para se reenergizar é algo obrigatório, essencial. Se você não se der esse break, ninguém mais vai te dar. Pense nisso.

Saiba que sentir essa sobrecarga mental é algo muito comum hoje em dia. Acabamos nos compromentendo com uma agenda praticamente impossível de ser cumprida mesmo pela pessoa mais organizada. Lembre-se que ninguém é perfeito e por isso dar o seu melhor já é bom o bastante.

A vida de ninguém é totalmente organizada. Se olharmos bem, a vida real sempre terá um certo caos, uma imperfeição e estará constantemente mudando. É importante que você tenha isso em mente antes de tentar se organizar para dar conta de tudo. Não existe a perfeição de capa de revista. Descubra o que serve para você, e trabalhe para alcançar o seu ideal possível.  Se esses novos hábitos tornarem sua vida mais fácil e funcional então tenha isso como medida de sucesso.

Você pode acompanhar a coluna da Nicole Anzia, que sempre trás dicas que auxiliam a organizar a vida, no Washington Post na seção Lifestyle: https://www.washingtonpost.com/lifestyle



Entre em Contato